Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/623
Title: Efeito do Laser de Baixa Intensidade no Reparo de Enxerto Ósseo Autógeno Particulado: Análise Histológica e Histomorfométrica
Authors: MAGALHÃES, Tibério Gomes
metadata.dc.contributor.advisor: CARVALHO, Abrahão Cavalcante Gomes de Souza
Issue Date: 2017
Citation: MAGALHÃES, Tibério Gomes. Efeito do Laser de Baixa Intensidade no Reparo de Enxerto Ósseo Autógeno Particulado: Análise Histológica e Histomorfométrica. 2017.Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologia Minimamente Invasiva e Simulação na Área da Saúde) - Centro Universitário Christus, Fortaleza, 2017.
Abstract: Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do laser de baixa intensidade (LBI) no reparo ósseo em defeitos de criados cirurgicamente em calvária de ratos tratados com enxerto ósseo autógeno (AB). Material e métodos: O estudo foi realizado em 40 ratos machos (Rattusnorvegicus, albinus, Wistar), pesando 200 - 250 g. Para a realização dos procedimentos experimentais, os ratos foram anestesiados e dois defeitos com 4 mm de diâmetro foram criados em cada animal. Os animais foram divididos em dois grupos: Grupo Controle (defeito direito - preenchido com coágulo sanguíneo; defeito esquerdo - preenchido com osso autógeno) Grupo Experimental (defeito direito - preenchido com coágulo sanguíneo + LBI; defeito esquerdo - preenchido com osso autógeno + LBI) . Os animais tratados com LBI receberam aplicações de laser no comprimento de onda do espectro infravermelho (λ = 808 nm) e densidade de energia de 70 J / cm2, durante 20 s. Os animais foram sacrificados nos dias 3, 7, 14 e 28 do pós-operatório e receberam 1,3, 5 e 7 aplicações de LBI, respectivamente. Foi realizado análise histológica. A porcentagem de áreas de neoformação óssea foi avaliada através da análise histomorfometrica e os dados submetidos à análise estatística. Adicionalmente, os autores sugeriram no estudo um protocolo de laserterapia para ser testado em procedimentos em procedimentos clínicos de enxerto ósseo. Resultados: O grupo experimental (enxerto ósseo + LBI) apresentou maior área de osso neoformado (p<0,001) no período de 7 dias de pós-operatório. No período de 14 dias o Grupo Experimental (coágulo + LBI; enxerto ósseo + LBI) apresentou maior neoformação óssea que o Grupo Controle (p=0,038). Foi sugerido um novo protocolo para ser avaliado em cirurgia de enxerto ósseo. Conclusão: A terapia com laser de baixa intensidade pode acelerar o processo de reparo de defeitos ósseos.
Description: Objective: The objective of this study was to evaluate the effect of low-level laser (LLL) on bone healing process in surgically created defects in rat calvaria treated with autogenous bone graft (AB). Material and methods: The study was conducted on 40 male rats (Rattusnorvegicus, albinus, Wistar), 200–250 g weight. For accomplishment of the experimental procedures, the rats were anesthetized and two defects in the parietal bone with 4-mm diameter were created in each animal. The animals were divided into two groups: Control Group (right defect – filled with blood clot; left defect – filled with autogenous bone) Experimental Group (right defect – filled with blood clot + LLL; left defect – filled with autogenous bone + LLL). The animals treated with LLL received applications of laser at the infrared spectrum wavelength (λ = 808 nm) and energy density of 70 J/cm2, during 20 s. The animals were euthanized at 3, 7, 14 and 28 days postoperatively and received 1.3, 5 and 7 LLL applications, respectively. A histological analyses was performed. The percentage of newly formed bone area was evaluated through histomorphometric analysis and the data were submitted to the statistical analysis. Additionally, the authors suggested a laser protocol to be tested in bone graft procedures. Results: The experimental group (bone graft + LBI) presented larger newly formed bone area (p <0.001) at 7 days post-operation. In the period of 14 days, the Experimental Group (blood clot + LBI; bone graft + LBI) presented greater newly bone formation area than the Control Group (p=0,038) Conclusion: Low level laser therapy can accelerate the healing of bone defects.
Keywords: Terapia a Laser de Baixa Intensidade
Transplante Ósseo
Osso Parietal
URI: http://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/623
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Tecnologia Minimamente Invasiva e Simulação na Área da Saúde - Dissertações Defendidas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TIBÉRIO GOMES MAGALHÃES.pdf3,46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.