Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/638
Title: Efeito de Testes Cumulativos na Aprendizagem de Neuroanatomia
Authors: PONTE, Randal Pompeu
metadata.dc.contributor.advisor: SANDERS, Lia Lira Olivier
Issue Date: 2017
Citation: PONTE, Randal Pompeu. Efeito de Testes Cumulativos na Aprendizagem de Neuroanatomia. 2017.Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Saúde) - Centro Universitário Christus, Fortaleza, 2017.
Abstract: Testes têm sido compreendidos como meros instrumentos para avaliar a aprendizagem (ROEDIGER; HENRY; JEFFREY 2006). Uma sólida pesquisa demonstra, no entanto, que o ensino baseado em evocação do conhecimento promove uma aprendizagem eficaz a longo prazo, gerando conhecimento robusto, durável e transferível a novos contextos (CARPENTER, 2012; KARPICKE, 2012). O elemento-chave para a aprendizagem parece ser o engajamento do estudante em práticas ativas de evocação do conhecimento (KARPICKE et al., 2014). Mudar o sentido do teste de uma mera avaliação para um instrumento de aprendizagem possibilita o desenvolvimento de ferramentas, como aplicações móveis e até mesmo jogos que facilitem a aprendizagem. Com foco nas metodologias ativas de ensino em saúde, o presente trabalho experimenta métodos de aprendizagem baseados em testes cumulativos, realizados durante o período letivo da disciplina de Neuroanatomia em instituições de ensino superior. É composto de três estudos independentes. No primeiro estudo, prospectivo, comparamos o efeito de testes cumulativos ao do estudo repetido em sala de aula. Não houve diferença estatisticamente significativa entre as estratégias; os testes cumulativos não demonstraram inferioridade em relação ao estudo repetido. No segundo estudo, retrospectivo, avaliamos a eficácia de uma estratégia de ensino baseada na evocação dos conteúdos lecionados durante as aulas práticas de neuroanatomia. Os resultados revelaram o impacto positivo da abordagem na retenção do conhecimento a longo prazo. No terceiro estudo, desenvolvemos e avaliamos um aplicativo para dispositivos móveis com testes cumulativos de neuroanatomia para uso em tablets e smartphones. O Brain Anatomy App apresenta imagens reais de encéfalos humanos nas quais o estudante identifica cada um dos vários acidentes anatômicos. A aplicação recebeu boa avaliação de usabilidade (System Usability Scale, BROOKE et al., 1986) e utilidade para o estudo de Neuroanatomia por parte dos estudantes. Uma importante característica dos estudos aqui descritos é o fato de terem ocorrido em sala de aula e laboratórios, durante o periodo letivo regular das disciplinas. Essas condições elevam nossos resultados a patamares de contextualização e realidade incontestáveis.
Description: Tests have been understood as mere tools to evaluate learning (ROEDIGER; HENRY; JEFFREY 2006). However, solid research demonstrates that knowledge-based learning promotes effective long-term learning, generating robust and durable knowledge that is transferable to new contexts (CARPENTER, 2012; KARPICKE, 2012). The key element for learning seems to be student engagement in active knowledge-evoking practices (KARPICKE et al., 2014). Shifting the meaning of tests from a mere evaluation to a learning tool allows for the development of tools such as mobile apps and even games that facilitate learning. With the focus on the active methodologies of health teaching, this paper discusses experiments in methods of learning based on cumulative tests, carried out during the period of the neuroanatomy course at institutions of higher education. It is composed of three independent studies. In the first study (a prospective study), we compared the effect of cumulative tests to that of repeated classroom study. There was no statistically significant difference between the strategies; the cumulative tests did not show inferiority in relation to repeated study. In the second study (a retrospective study), we evaluated the effectiveness of a teaching strategy based on evoking the content taught during practical neuroanatomy classes. The results showed the positive impact of the approach on long-term knowledge retention. In the third study, we developed and evaluated a mobile app with cumulative neuroanatomy tests for use on tablets and smartphones. The Brain Anatomy App presents real images of human brains in which the student identifies each of the various anatomical accidents. The application received good evaluation in terms of usability (System Usability Scale, BROOKE et al., 1986) and usefulness for the study of neuroanatomy by the students. An important characteristic of the studies described herein is the fact that they occurred in the classroom and laboratories, during the regular school term of the respective courses. These conditions elevate our results to incontrovertible levels of contextualization and reality.
Keywords: Anatomia Humana
Retrieval Based-Learning
Aplicação Móvel em Anatomia
Brain Anatomy
Ensino em Saúde
URI: http://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/638
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Ensino em Saúde - Dissertações Defendidas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RANDAL POMPEU PONTE.pdf3,46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.