Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/738
Title: Avaliação da Resistência de União de Bráquetes Ortodônticos Unidos ao Esmalte por Diferentes Sistemas Adesivos
Authors: RESENDE, Isabella Saraiva Leão de
NERI, Jiovanne Rabelo
Keywords: Adesivos
Bráquetes Ortodônticos
Resistência ao cisalhamento
Issue Date: 2019
Citation: ABNT
Abstract: A possibilidade de utilizar sistemas adesivos indicados para procedimentos restauradores na colagem de bráquetes ortodônticos pode acarretar na simplificação da prática odontológica e na redução de custos com materiais. O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência de união e o índice de remanescente adesivo (IRA) de bráquetes ortodônticos unidos ao esmalte por diferentes sistemas adesivos. Cem incisivos bovinos foram divididos aletoriamente em cinco grupos (n = 20), de acordo com o sistema adesivo utilizado: Primer Transbond XT (controle positivo); Ambar; Ambar Universal; Single Bond Universal; Adper Single Bond 2. Após condicionamento ácido das superfícies de esmalte e aplicação dos sistemas adesivos, dois bráquetes metálicos foram fixados em cada espécime utilizando a resina ortodôntica Transbond XT. Os bráquetes foram fotoativados por 40 segundos cada, e os dentes foram então armazenados em água destilada a 37°C. Um bráquete de cada espécime foi submetido a teste de cisalhamento, a uma velocidade de 0,5 mm/min, após armazenados por 24 horas, enquanto os demais bráquetes foram testados 12 meses depois. Após os testes, as superfícies de esmalte foram observadas por meio de lupa estereoscópica, a fim de avaliar a quantidade de adesivo remanescente, através do IRA. Os valores de resistência de união foram submetidos ao teste de Kruskal-Wallis e pós-teste de Student-Newman-Keuls, enquanto os valores de IRA ao teste qui-quadrado. Em todas as situações foi adotado nível de significância de 5%. Após 24 horas, não houve diferença estatística entre o grupo controle positivo e os demais grupos testados (p>0,05). Entretanto, constatou-se diferença significativa entre o Ambar e os grupos Ambar Universal (p=0,015) e Single Bond Universal (p=0,011). Após 12 meses, não houve diferença estatística entre os grupos Primer Transbond XT, Ambar, Ambar Universal e Adper Single Bond 2 (p>0,05). Contudo, o Single Bond Universal apresentou valores estatisticamente superiores aos dos grupos Primer Transbond XT (p=0,046) e Ambar (p=0,011). Quando comparados os períodos de armazenamento de 24 horas e 12 meses, os valores de resistência de união de todos os grupos reduziram significativamente (p<0,05). Não houve diferença estatística entre os escores de IRA, em cada grupo avaliado individualmente (p>0,05), nos dois tempos de avaliação. Após 24 horas observou-se diferença relevante entre os grupos testados (p=0,043), mas o mesmo não ocorreu após 12 meses (p=0,109). Conclui-se que os sistemas adesivos não específicos para Ortodontia são eficientes na colagem de bráquetes ortodônticos ao esmalte, quando associados à resina ortodôntica Transbond XT.
URI: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/738
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Ciências Odontológicas - Dissertações Defendidas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ISABELLA SARAIVA LEÃO DE RESENDE.pdf1,41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.