Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/795
Title: Avaliação de ferimentos cutâneos em ratos utilizando gel à base de óleo fixo de Combretum leprosum
Authors: GOMES, Thiago Parente Neiva
metadata.dc.contributor.advisor: GUIMARÃES, Cláudia Roberta de Andrade
Issue Date: 2019
Citation: GOMES, Thiago Parente Neiva. Avaliação de ferimentos cutâneos em ratos utilizando gel à base de óleo fixo de Combretum leprosum. 2019. Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologia Minimamente Invasiva e Simulação na Área de Saúde) - Centro Universitário Christus, Fortaleza, 2019.
Abstract: A pele é o órgão externo responsável pela proteção do organismo contra lesões, que desencadeiam uma resposta inflamatória ao trauma e, apesar de haver um grande arsenal disponível no reparo destas lesões, existe uma enorme procura por substâncias tópicas que auxiliem o processo de cicatrização. Este é um processo complexo e dinâmico que envolve ação integrada de vários tipos celulares, matriz extracelulares e mediadores como citocinas, que tem a finalidade de recuperação da integridade da estrutura anatômica danificada. Produtos naturais são a base para diversos insumos, pois são compostos biologicamente ativos com grande potencial terapêutico. Dentre os gêneros de plantas estudadas na medicina popular, o Combretum leprosum, conhecido como “mofumbo” é utilizado na higienização de feridas, além de ter ação anti-inflamatória, comprovados a partir de estudos com compostos isolados. Assim, o objetivo deste estudo foi determinar os efeitos do óleo fixo das sementes de C. leprosum de forma tópica na cicatrização de lesões cutâneas induzidas por microagulhamento, que consiste em microperfurações da pele com finas agulhas metálicas. As sementes da planta foram coletadas em agosto de 2014 na Fazenda São Miguel, em Quixeramobim-CE, e passaram por um processo de extração do óleo fixo em um aparelho de Soxhlet® e preparado um gel a 5%. Foram divididos 120 ratos Wistar adultos em 6 grupos analisados no 14º dia após a lesão. Na extração do óleo fixo, o ácido mirístico (28,50%) e o ácido láurico (61,03%) foram identificados como constituintes majoritários. Na análise macroscópica foi possível observar uma cicatrização mais rápida das lesões. Na análise histológica foi observado que os grupos que receberam o óleo como tratamento apresentaram uma reestruturação tecidual mais rápida, havendo também uma maior formação de colágeno e fibroblastos. Conclui-se que o óleo auxilia e acelera o processo de cicatrização, mostrando potencial terapêutico sobre as lesões cutâneas, comprovando, desta forma, o seu uso popular como agente cicatrizante.
Keywords: Combretum leprosum
Ferimentos
Óleo fixo
Ácido láurico
Cicatrização
Ácido mirístico
URI: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/795
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Tecnologia Minimamente Invasiva e Simulação na Área da Saúde - Dissertações Defendidas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
THIAGO PARENTE NEIVA GOMES.pdf242,65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.