Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/959
Title: Modelo de treinamento por meio de simulação realística em hernioplastia inguinal laparoscópica
Authors: MELO FILHO, Luis Pires de
metadata.dc.contributor.advisor: BORGES, Gleydson Cesar de Oliveira
BARROS FILHO, Edgar Marçal de
Issue Date: 2019
Citation: MELO FILHO, Luís Pires de. Modelo de treinamento por meio de simulação realística em hernioplastia inguinal laparoscópica. 2019. Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologia Minimamente Invasiva e Simulação na Área da Saúde) – Centro Universitário Christus, Fortaleza, 2019.
Abstract: um ambiente seguro e eficiente para adquirir as habilidades cirúrgicas desejadas. O objetivo foi a construção de um modelo três dimensões (3D) que simulasse a correção de uma hérnia inguinal direta direita pela técnica transabdominal extra peritoneal (TAPP) norteado por um currículo redigido sistematizando a técnica. O modelo 3D reproduzia as características anatômicas de uma hemipelve masculina direita com uma hérnia inguinal direta e foi impresso em uma impressora 3D. Foram selecionados 18 participantes, divididos em três grupos que foram denominados: grupo experimental (GE) contendo cirurgiões em formação a partir do segundo ano da residência em cirurgia geral, grupo controle (GC) composto por cirurgiões experientes e grupo shaw (GS) caracterizado por cirurgiões não experientes. Cada grupo realizou sessões de simulações utilizando o modelo 3D e seguindo o currículo sistematizado. As simulações foram gravadas e posteriormente, analisadas pelo pesquisador que atribui uma pontuação a cada participante de acordo com a acurácia da técnica que realizava em cada uma das cinco etapas de cada uma das 6 sessões. Foi observado como resultado que na 1ª etapa o cirurgião em formação obteve a média de 1,25±0,42 na 1ª sessão e 3,25±0,62 na 6ª sessão (p = 0,05) na abertura do peritônio com a criação do espaço pré-peritoneal, 2ª etapa 1,08±0,67 na 1ª sessão e 2,58±0,51 na 6ª sessão (p = 0,019) na identificação das estruturas, 3ª etapa 1,00±0,43 na 1ª sessão e 2,08±0,29 na 6ª sessão (p = 0,04) na identificação e redução da hérnia, 4ª etapa 1,08±0,67 na 1ª sessão e 2,92±0,29 na 6ª sessão (p = 0,001) na aposição e fixação da tela, 5ª etapa 0,91±0,29 na 1ª sessão e 1,91±0,29 na 6ª sessão (p = 0,001) no fechamento do peritônio, não demonstrando diferença significativa entre os três grupos em cada etapa. A curva de aprendizado e habilidade foi demonstrada no grupo dos cirurgiões em formação representando 1,08±0,29 na 1ª sessão e 3,50±0,90 na 6ª sessão (p = 0,001). Acredita-se que isso pode implicar em um impacto positivo e determinante na formação laparoscópica do cirurgião para realização de hernioplastia inguinal. A criação de uma sistematização de treinamento em simulação possibilitou ganho em habilidades laparoscópicas e alicerçou seus fundamentos teórico-práticos.
Description: The simulation program is a way to reduce iatrogenic complications through a safe and efficient environment to acquire the desired surgical skills. The objective was the construction of a threedimensional (3D) model that simulated the correction of a right direct inguinal hernia by the extra-peritoneal transabdominal technique (TAPP) guided by a written curriculum systematizing the technique. The 3D model reproduced the anatomical features of a right male hemipelve with a direct inguinal hernia and was printed on a 3D printer. Eighteen participants were selected, divided into three groups that were named: experimental group (EG) containing surgeons in training from the second year of residency in general surgery, control group (CG) composed of experienced surgeons and shaw group (GS) characterized by not experienced surgeons. Each group performed simulation sessions using the 3D model and following the systematized curriculum. The simulations were recorded and later analyzed by the researcher who assigns a score to each participant according to the accuracy of the technique performed in each of the five steps of each of the 6 sessions. It was observed as a result that in the first stage the surgeon in training obtained the average of 1.25 ± 0.42 in the first session and 3.25 ± 0.62 in the sixth session (p = 0.05) in the opening of the peritoneum with creation of the preperitoneal space, 2nd stage 1.08 ± 0.67 in the 1st session and 2.58 ± 0.51 in the 6th session (p = 0.019) in the identification of the structures, 3rd stage 1.00 ± 0.43 in the 1st session and 2.08 ± 0.29 in the 6th session (p = 0.04) in the identification and reduction of hernia, 4th stage 1.08 ± 0.67 in the 1st session and 2.92 ± 0.29 in the 6th session (p = 0.001) in the apposition and fixation of the mesh, 5th stage 0.91 ± 0.29 in the 1st session and 1.91 ± 0.29 in the 6th session (p = 0.001) in the peritoneum closure, showing no significant difference between the three groups in each step. The learning and skill curve was demonstrated in the group of surgeons in training representing 1.08 ± 0.29 in the 1st session and 3.50 ± 0.90 in the 6th session (p = 0.001). It is believed that this may have a positive and determining impact on the surgeon's laparoscopic training for inguinal hernioplasty. The creation of a systematization of training in simulation enabled gain in laparoscopic skills and underpinned its theoretical and practical foundations.
Keywords: Hérnia inguinal
Laparoscopia
Simulação
Treinamento por simulação
Educação em Saúde
Impressão tridimensional
URI: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/959
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Tecnologia Minimamente Invasiva e Simulação na Área da Saúde - Dissertações Defendidas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LUIS PIRES DE MELO FILHO.pdf3.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.