Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/1239
Title: Modelo de simulador realístico para treinamento em videoendoscopia digestiva alta
Authors: MOURA, Aderson Aragão
metadata.dc.contributor.advisor: MOURA JÚNIOR, Luiz Gonzaga de
Issue Date: 2021
Citation: MOURA, Aderson Aragão. Modelo de simulador realístico para treinamento em videoendoscopia digestiva alta. 2021. Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologia Minimamente Invasiva e Simulação na área da saúde) – Centro Universitário Christus, Fortaleza, 2021.
Abstract: INTRODUÇÃO: A Endoscopia Digestiva Humana atual permite diagnósticos precoces e realização de procedimentos ultra minimamente invasivos. Por ser um ato médico complexo, exige treinamento adequado. O ensino em Endoscopia necessita de atividades práticas que são melhor desempenhadas em cenários de simulação. Há poucos simuladores disponíveis no mercado que atendam aos requisitos bioéticos e sejam financeiramente acessíveis. OBJETIVO: desenvolver e validar um simulador de relativo baixo custo com material totalmente sintético e reutilizável que possa ser empregado no treinamento de endoscopia diagnóstica e terapêutica. MÉTODO: dados anatômicos humanos da literatura foram plotados em programas de computação gráfica e suas representações manufaturadas em impressora 3D. Moldes metálicos foram desenvolvidos para injeção de Elastômero Termoplástico (TPE)- material que compõe a peça de esôfago, estômago e duodeno do device. Um grupo de 20 Experts e 40 Residentes em Endoscopia Digestiva foi comparado ao utilizar o simulador para um exame de endoscopia digestiva alta de rotina com identificação de corpo estranho intragástrico. Validação de Face e de Conteúdo foi obtida arguindo e comparando opiniões dos participantes quanto a características e funcionalidades do simulador utilizando Escalas de Likert, bem como sugestões de aprimoramento e eventuais dificuldades na utilização do modelo foram consideradas. Para Validação de Constructo, o tempo e a performance dos participantes na realização dos exames foram julgados por avaliadores ultra-experts cegados com base em escala padronizada. RESULTADOS: Experts e Residentes aprovaram características relativas a: aparência; design; posição em decúbito lateral esquerdo; visibilidade do campo endoscópico; acesso manual aos órgãos internos; realismo dos cenários internos dos órgãos; feedback tátil e realismo da dificuldade endoscópica dos procedimentos no simulador, entre outras. Houve concordância estatística entre as opiniões dos Residentes e de Experts conferindo Validação de Face ao modelo. Obteve-se alto índice de aprovação (>90%) do conteúdo oferecido pelo simulador tanto por Experts quanto por Residentes, com similaridade estatística entre as respostas e ambos os grupos valorizando a utilidade do simulador para treinamentos. Validação de Constructo foi alcançada com escala validada de 13 itens e elevado Índice Alpha de Cronbach (0,975), revelando desempenho estatisticamente significante (p=0,000) a favor dos Experts em todos os itens da mesma. Além disto, Experts superaram residentes (p=0,000) na comparação dos tempos de realização dos exames. CONCLUSÃO: O simulador ENDOSCOPIC TRAINING BOX® apresentou Validade de Face, Conteúdo e de Constructo podendo ser utilizado em Laboratórios de Habilidades Endoscópicas; a peça interna de TPE pode ser útil em simulação de diversos procedimentos endoscópicos minimamente invasivos; novos estudos serão desenvolvidos utilizando este simulador em situações diversas de práticas de treinamento buscando aprimorar modelos de treinamento e validá-los translacionalmente. Isto poderá trazer impactos sociais e bioéticos positivos, evitando uso de animais ou cadáveres em treinamentos para endoscopia médica diagnóstica e terapêutica em diversos países.
Description: INTRODUCTION: The current Human Digestive Endoscopy allows for early diagnosis and the performance of ultra-minimally invasive procedures. As it is a complex medical act, it requires adequate training. Teaching in Endoscopy requires practical activities that are best performed in simulation scenarios. There are few simulators available on the market that meet bioethical requirements and are affordable. OBJECTIVE: to develop and validate a relatively low-cost simulator with totally synthetic and reusable material that can be used in the training of diagnostic and therapeutic endoscopy. METHOD: Human anatomical data from the literature were plotted in computer graphics programs and their representations manufactured in a 3D printer. Metal molds were developed for injection of Thermoplastic Elastomer (TPE) - material that makes up the device's esophagus, stomach and duodenum part. A group of 20 Experts and 40 Residents in Digestive Endoscopy was compared when using the simulator for a routine examination of upper gastrointestinal endoscopy with identification of intragastric foreign body. Face and Content validation was obtained by arguing and comparing the participants' opinions regarding the characteristics and functionality of the simulator using Likert Scales, as well as suggestions for improvement and possible difficulties in using the model were considered. For Construct Validation, the time and performance of the participants in carrying out the exams were judged by blinded ultra-expert evaluators based on a standardized scale. RESULTS: Experts and Residents approved characteristics related to appearance; design; left lateral decubitus position; visibility of the endoscopic field; manual access to internal organs; realism of the organ's internal scenarios; tactile feedback and realism of the endoscopic difficulty of the procedures in the simulator, among others. There was statistical agreement between the opinions of Residents and Experts, giving Face Validation to the model. A high approval rate (> 90%) of the content offered by the simulator was obtained by both Experts and Residents, with statistical similarity between the responses and both groups, valuing the utility of the simulator for training. Construct validation was achieved with a validated 13-item scale and high Cronbach's Alpha Index (0.975), revealing a statistically significant performance (p = 0.000) in favor of Experts in all items of the same. In addition, Experts outperformed residents (p = 0.000) when comparing exam times. CONCLUSION: The ENDOSCOPIC TRAINING BOX® simulator presented Face, Content and Construct Validity and can be used in Endoscopic Skills Laboratories; the TPE inner part can be useful in simulating several minimally invasive endoscopic procedures; new studies will be developed using this simulator in different situations of training practices seeking to improve training models and validate them translationally. This may have positive social and bioethical impacts, avoiding the use of animals or corpses in training for medical diagnostic and therapeutic endoscopy in several countries.
Keywords: Endoscopia
Endoscopia Gastrointestinal
Treinamento por Simulação
Educação Médica
Técnicas de Diagnóstico do Sistema Digestório
Medicina Bariátrica
Obesidade
Gastroplastia.
URI: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/1239
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Tecnologia Minimamente Invasiva e Simulação na Área da Saúde - Dissertações Defendidas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ADERSON ARAGÃO MOURA.pdf18.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.