Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/633
Title: Avaliação e Percepção dos Estudantes de Medicina sobre a Mudança de Atitude e Desenvolvimento de Competências a partir da utilização de Feedback Estruturado
Authors: MAIA, Israel Leitão
metadata.dc.contributor.advisor: AUGUSTO, Kristopherson Lustosa
Issue Date: 2018
Citation: MAIA, Israel Leitão. Avaliação e Percepção dos Estudantes de Medicina sobre a Mudança de Atitude e Desenvolvimento de Competências a partir da utilização de Feedback Estruturado. 2018.Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Saúde) - Centro Universitário Christus, Fortaleza, 2018.
Abstract: Introdução: O feedback na educação médica é uma informação específica provida pelo professor com o objetivo de melhorar a performance do estudante, sendo considerado essencial na formação do médico. O presente trabalho realizou a implantação de feedback nos ambulatórios didáticos do internato em Medicina de uma Instituição de Ensino Superior com o objetivo de verificar as mudanças de atitude e desenvolvimento de competências na percepção dos alunos e o seu impacto no cuidado com o paciente. Métodos: Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa e quantitativa. Durante 4 meses, 31 alunos foram alocados em grupos com e sem a intervenção de feedback estruturado. Ao fim do estudo, eles participaram de entrevista, segundo a técnica de grupo focal, e responderam a um questionário sobre suas impressões relativas à devolutiva. Também participaram do estudo 122 pacientes atendidos, que avaliaram, através da escala validada CARE, a consulta dos estudantes. Os dados obtidos nas entrevistas de grupo focal foram analisados pela Técnica da Análise de Conteúdo de Bardin, enquanto os dados quantitativos foram analisados com o teste U de Mann-Whitney. Resultados e Discussão: Os alunos compreendem o que é feedback, pois o vivenciam na prática pelo fato de a instituição em que estão matriculados adotar metodologias ativas de ensino. Os estudantes reconheceram a importância da devolutiva para o processo de aprendizagem e se mostraram receptivos a ela. Entretanto, queixaram-se da baixa frequência e da sua falta de regulamentação, a maioria achando que ela poderia ser melhor desenvolvida e explorada. Sobre como gostariam de receber o feedback e sobre as virtudes inerentes aos docentes e discentes para o sucesso dele, notou-se o alinhamento de suas ideias com o que diz a literatura. Os dados quantitativos obtidos mostram mudanças das medianas para o polo mais positivo sobre os aspectos “Realmente ouvir”, “Entender plenamente suas preocupações” e “Mostrar cuidado e compaixão” da Escala CARE sob o ponto de vista do usuário do sistema de saúde, sendo melhores avaliados os internos submetidos à intervenção de feedback. Conclusão: Os alunos compreendem o que é feedback e o vivenciam na prática, reconhecem a importância da devolutiva para seu processo de aprendizagem e se mostram receptivos ao feedback efetivo. Verificou-se mudança das medianas para o polo mais positivo sobre alguns dos tópicos da Escala de Empatia CARE sob o ponto de vista do usuário do sistema de saúde, sendo melhores avaliados os internos submetidos à intervenção de feedback. Desenvolveu-se um manual para o feedback a ser discutido em oficinas de capacitação.
Description: Introduction: Feedback in medical education is a specific information provided by teacher in order to improve student’s performance. It is considered essential in the training of the physician. This research carried out the implantation of feedback in academic clinics of a medicine school, with the objective of verifying attitude changes and development of competences in the perception of students and the efect of that feedback in pacient care. Methods: This is a qualitative and quantitative study. During 4 months, 31 students were allocated in groups with and without feedback intervention. At the end of the study they participated in an interview according to Focus Group Technique and answered a questionnaire about their feedback. Also participated in the study 122 patients attended, who evaluated, using CARE Empathy Scale, the consultation of students from both groups. Data from focus group interviews were analyzed by Bardin Content Analysis Technique, while quantitative data were analyzed using Mann-Whitney U-test. Results and Discussion: Students understand what feedback is and experienced it in practice because of the fact that the institution in which they are enrolled adopts active teaching methodologies. Students recognize the importance of feedback to learning process and have been receptive to it. However, they complain about low frequency and lack of regulation of feedback, the majority thinking that it could be better developed and explored. On how they would like to receive feedback and on virtues inherent to teachers and students for its success, it was noticed alignment of their ideas with what literature dictates. Quantitative data obtained show changes from medians to the more positive pole about "Really listen", "Fully understand their concerns" and "Show care and compassion" aspects of CARE scale from point of view of health system user, being better evaluated students submitted to feedback intervention. Conclusion: Students understand what feedback is and experience it in practice. They recognize the importance of devolution to their learning process and have been receptive to effective feedback. There was a change in the medians to the most positive pole on some of the topics of the CARE Empathy Scale from the point of view of the health system user, being better evaluated the inmates submitted to feedback intervention. A manual for feedback has been developed, to be discussed in training workshops.
Keywords: Aprendizagem
Medicina
Feedback Formativo
Internato e Residência
URI: http://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/633
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Ensino em Saúde - Dissertações Defendidas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ISRAEL LEITAO MAIA.pdf1,17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.