Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/635
Title: Adaptação Cultural, Tradução e Validação da Escala ELORS (Early Learning Observation and Rating Scale)
Authors: TIMBÓ, Dulcinea Bandeira Soares
metadata.dc.contributor.advisor: MEDEIROS, Melissa
Issue Date: 2018
Citation: TIMBÓ, Dulcinea Bandeira Soares. Adaptação Cultural, Tradução e Validação da Escala ELORS (Early Learning Observation and Rating Scale). 2018.Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Saúde) - Centro Universitário Christus, Fortaleza, 2018.
Abstract: A educação e a alfabetização no tempo adequado são primordiais para definir um melhor perfil acadêmico dos jovens no futuro. Ainda precisamos aprimorar nosso Ensino Fundamental no Brasil, e algumas ferramentas podem se tornar de extrema importância para detectar deficiências de aprendizagem. Objetivos – Adaptação cultural e validação da escala ELORS (Escala de Avaliação Observacional do Aprendizado Precoce), que tem como objetivo ajudar professores e pais a obter e dividir informações sobre crianças, dando ênfase a características que podem ser sinais precoces de deficiência no aprendizado. Materiais e Métodos – Avaliar os 7 importantes domínios do desenvolvimento: Perceptual e Motor, Autogestão, Social e Emocional, Matemática Inicial, Alfabetização Inicial, Linguagem Receptiva e Linguagem Expressiva, através dos 77 itens da escala. Esta foi aplicada em pais de 1 escola pública e 2 particulares. Resultados - A escala ELORS foi aplicada no total de 57 alunos; destes, 28 eram do sexo masculino e, 29 do feminino. Dos alunos avaliados, 22 estudavam em escola particular e 35 em pública. Quanto à idade, a maioria tinha 6 anos (66,7%, N=38), seguidos de 7 anos (26,3%, N=15), e poucos com 8 anos (5,3%, N=3) ou 5 anos (1,8%, N=1). Os resultados de confiabilidade utilizando Alfa de Cronbach foram: Perceptual e Motor (0,916), Autogestão (0,896), Social e Emocional (0,893), Matemática Inicial (0,956), Alfabetização Inicial (0,955), Linguagem Receptiva (0,943) e Linguagem Expressiva (0,948). Avaliação entre diferenças de Idade apenas no Domínio 5 (Alfabetização Inicial) referente aos itens: Lembrar nomes das letras (p=0,017) e Aprender os sons das letras (p=0,016). Ao avaliarmos as diferenças entre escola particular e pública, encontramos dados significantes em vários itens. Conclusão - Conseguimos obter êxito na validação e adaptação cultural da escala ELORS. Identificamos os alunos com maiores dificuldades na Alfabetização inicial entre 7 e 8 anos de idade. Em relação à comparação entre escolas públicas e particulares, conseguimos obter um perfil de dificuldades diferenciado, apontando maiores dificuldades na Matemática e Alfabetização inicial nas escolas públicas, e uma maior dificuldade nos domínios de Autogestão, Social-emocional e Linguagem Receptiva nas escolas particulares.
Description: Education and early literacy are essential to define a successful academic performance among future youngers. It is still necessary improve basic learning in Brazil, and some tools may become important to detect learning deficiencies. Objective: Cultural adaptation and validation of ELORS scale (Early Learning Observation and Rating Scale), witch proposes to help parents and teachers to get and share information about children, focusing in sights of learning deficiencies. Methods: Evaluate 7 important development domains: Perceptual and Motor, Self-management, Social and Emotional, Early Math, Early Literacy, Receptive Language and Expressive Language, through 77 scale items. This scale was applied in parents from public and private schools. Results: ELORS scale was applied in a total of 57 students, 28 male and 29 female. From these 22 were private and 35 public students. Age variance was predominantly 6 years old (66.7%, N=38), followed by 7 years (26.3%, N=15), and a few ones with 8 years (5.3%, N=3) or 5 years (1.8%, N=1). Confidence results were evaluated by Cronbach alfa test and its results were: Perceptual and Motor (p=0,916), Self-management (p=0.896), Social and Emotional (p=0.893), Early Math (p=0.956), Early Literacy (p=0.955), Receptive Language (p=0.943) and Expressive Language (p=0.948). Statistic differences were obtained in domain 5 among ages in early learning: remember letter names (p=0.017) and learn letter sounds (p=0.016). Evaluating differences between private and public schools it was detected various statistical differences significant. Conclusion: It was obtained validation and cultural adaptation from ELORS scale to Portuguese. It was identified students with difficulties in early literacy between 7 and 8 years old. Comparing private and public schools it was detected a different profile of difficults, main in Math an Early Learning in public ones, and a difficult issue in Self management, Social and Emotional and Receptive Language in private ones.
Keywords: Escala ELORS
Aprendizagem
Alfabetização
Educação
Infantil
URI: http://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/635
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Ensino em Saúde - Dissertações Defendidas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DULCINEA BANDEIRA SOARES TIMBO.pdf2,91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.