Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/721
Title: Avaliação da Resposta Tecidual e do Grau de Conversão de Resinas Bulk Fill
Authors: BARRETO, Liliana Girão
metadata.dc.contributor.advisor: SILVA, Francisco Cláudio Fernandes Alves e
Issue Date: 2019
Citation: BARRETO, Liliana Girão. Avaliação da Resposta Tecidual e do Grau de Conversão de Resinas Bulk Fill. 2019.Dissertação (Mestrado Acadêmico em Ciências Odontológicas) - Centro Universitário Christus, Fortaleza, 2019.
Abstract: As resinas Bulk fill permitem, com a incorporação de novos fotoiniciadores, além de uma contração de polimerização controlada, um grau de conversão adequado, mesmo quando polimerizadas em incrementos de até 5mm. Este estudo teve por objetivo comparar a toxicidade tecidual, o grau de conversão, e a relação entre os resíduos de monômeros de Bis-GMA e UDMA não polimerizados de três resinas do tipo Bulk fill (Filtek™ One Bulk Fill, Tetric N Ceram Bulk fill e Sonic fill Bulk fill) polimerizadas em espessuras de 2mm (BF-Superficial) e 4mm (BF-Profunda), em relação a sua versão convencional (RC) (Filtek Z350 XT, Tetric N-Ceram e Herculite Classic). Foram utilizados 189 discos de resina (5mm⌀ x 2mm) divididos em 9 grupos, dos quais 162 foram implantados no tecido subcutâneo do dorso de 54 ratas Wistar (n=6) para análise da resposta tecidual após 07, 14 e 28 dias da inoculação, através da análise do infiltrado inflamatório que foi classificado em escores. Os escores histológicos foram expressos em forma de mediana de acordo com o padrão inflamatório e analisados por meio dos testes Kruskal-Wallis ou Friedman seguidos do pós-teste de Dunn. Os demais discos (27) (n=3) foram utilizados imediatamente após a polimerização para a análise do grau de conversão (GC) por espectroscopia de infravermelho (FTIR), onde os dados de foram expressos em média e erro-padrão e analisados pelo teste ANOVA seguido do pós-teste de Bonferroni (p<0,05). Foi realizada ainda a análise da relação entre os monômeros residuais de Bis-GMA e UDMA. Na análise histológica, todas as amostras de todos os sítios apresentaram, após sete dias do procedimento cirúrgico, intenso infiltrado inflamatório (mediana 3). Em todos os grupos, no sítio Sham, onde não houve inserção de discos de resinas, a partir do 14º dia, não foi constatada inflamação. Nas resinas da marca 3M ESPE® , após 14 dias, o sítio resina convencional (RC) apresentou moderado infiltrado inflamatório (mediana 2) e nos sítios tratados com resina Bulk fill a inflamação esteve entre moderada e intensa (mediana 2 a 3). Após 28 dias, não houve diferença entre a intensidade do infiltrado inflamatório nos sítios cirúrgicos do grupo Sham (mediana 0), resina controle (mediana 2) e resinas Bulk fill Superficial (mediana 1) ou Profunda (mediana 2) (p=0,099). Nas resinas da marca IVOCLAR®, todos os sítios onde houve implantação de resinas apresentaram intenso infiltrado inflamatório (mediana 3) após 14 dias. No 28º dia, todos os sítios apresentaram inflamação discreta ou ausente (mediana 0 a 1) (p=0,163). Nas resinas da marca KERR®, no 14º dia e no 28º dia, os escores de intensidade do infiltrado inflamatório foram significativamente maiores nos sítios tratados com resina Bulk fill 6 tanto superficial como profundo (mediana 2) em comparação com o sítio Sham (mediana 0 a 1) (p=0,028 e p=0,031, respectivamente). O grau de conversão médio das resinas da marca 3M ESPE® não diferiu significativamente quando comparando a resina controle (92,9±2,0%), Bulk fill-superficial (91,6±5,7%) e Bulk fill-profunda (80,6±4,4%) (p=0,235). O grupo das resinas Ivoclar® apresentou maior grau de conversão nas resinas controle (85,5±5,5%) e Bulk fill superficial (89,5±5,4%), diferentemente da região profunda da sua resina Bulk fill (58,7±1,2%) (p=0,005). As resinas da marca Kerr® controle (95,9±2,4%) e Bulk fill -superficial (94,4±5,8%) apresentaram maior grau de conversão que a sua Bulk fill-profunda (43,6±9,6%) (p=0,011). Não houve diferença no grau de conversão das resinas controle (p=0,264), ou Bulk fill -superficial (p=0,611), no entanto, a resina Bulk fill-profunda 3M ESPE® apresentou maior grau de conversão que a mesma resina da marca Kerr®, sem apresentarem, ambos os grupos, diferenças em relação a marca Ivoclar® (p=0,015). A relação entre os monômeros de Bis-GMA/UDMA residuais apresentou como resultado um valor maior para a porção profunda da resina Bulk fill da marca Kerr®. Os demais grupos não apresentaram diferença estatística significante entre si. Conclui-se que as resinas que apresentram menor grau de conversão, associado a uma maior relação entre os monômeros residuais Bis-GMA/UDMA, apresentaram maiores níveis de inflamação tecidual e esta reação manteve-se por mais tempo.
Description: Bulk fill resins allow, with the addition of new photoinitiators, in addition to a controlled polymerization contraction, a suitable degree of conversion even when polymerized in increments of up to 5mm. The aim of this study was to compare the tissue toxicity, the degree of conversion, and the relationship between the unpolymerized Bis-GMA and UDMA monomer residues of three Bulk fill resins (Filtek™ One Bulk Fill, Tetric N Ceram Bulk fill and Sonic fill Bulk fill) in 2 mm (BF-Superficial) and 4 mm (BF-Deep) thicknesses, relative to its conventional version (RC) (Filtek Z350 XT, Tetric N-Ceram and Herculite Classic). A total of 189 resin discs (5mm x 2mm) divided into 9 groups were used, of which 162 were implanted in the subcutaneous tissue of the dorsum of 54 Wistar rats (n = 6) to analyze the tissue response after 7, 14 and 28 days of inoculation, through the analysis of the inflammatory infiltrate that was classified in scores. Histological scores were expressed as median according to the inflammatory pattern and analyzed using the Kruskal-Wallis or Friedman tests followed by Dunn's post-test. The other discs (27) (n = 3) were used immediately after the polymerization for analysis of the conversion degree (GC) by infrared spectroscopy (FTIR), where the data were expressed as mean and standard error and analyzed by ANOVA test followed by the Bonferroni post-test (p <0.05). It was also carried out the analysis of the relationship between the residual monomers of Bis-GMA and UDMA. In the histological analysis, all samples from all sites presented, after seven days of the surgical procedure, an intense inflammatory infiltrate (median 3). In all groups, at the Sham site, where there was no insertion of resin discs, from the 14th day, no inflammation was observed. In the resins of the brand 3M ESPE®, after 14 days, the site conventional resin (CR) presented moderate inflammatory infiltrate (median 2) and in the sites treated with resin Bulk fill the inflammation was between moderate and intense (median 2 to 3). After 28 days, there was no difference between the intensity of the inflammatory infiltrate at the Sham (median 0), control (median 2) and Bulk fill Resin (median 1) or deep (median 2) resins (p = 0.099). In the resins of the brand IVOCLAR®, all sites where resin implantation showed intense inflammatory infiltrate (median 3) after 14 days. On the 28th day, all sites had mild or absent inflammation (median 0 to 1) (p = 0.163). In the resins of the KERR® brand, on day 14 and day 28, the intensity scores of the inflammatory infiltrate were 8 significantly higher in the sites treated with both superficial and deep Bulk fill resin (median 2) compared to the Sham site (median 0 to 1) (p = 0.028 and p = 0.031, respectively). The average conversion degree of 3M ESPE® resins did not differ significantly when comparing the control resin (92.9 ± 2.0%), Bulk fill-superficial (91.6 ± 5.7%) and Bulk fill-deep (80.6 ± 4.4%) (p = 0.235). The group of Ivoclar® resins showed a higher degree of conversion in the control (85.5 ± 5.5%) and Bulk fill (89.5 ± 5.4%) resins, in contrast to the deep region of their Bulk fill resin (58, 7 ± 1.2%) (p = 0.005). Kerr ® resins (95.9 ± 2.4%) and Bulk-fill (94.4 ± 5.8%) showed a higher degree of conversion than their Bulk fill-deep (43.6 ± 9, 6%) (p = 0.011). There was no difference in the degree of conversion of the control resins (p = 0.264), or Bulk fill -superficial (p = 0.611), however, the 3M ESPE® Bulk fill-deep resin presented a higher degree of conversion than the same resin of the brand Kerr ®, without both groups differing from the Ivoclar ® brand (p = 0.015). The ratio of residual Bis-GMA / UDMA monomers resulted in a higher value for the deep portion of the Kerr® brand Bulk fill resin. The other groups did not present significant statistical difference among themselves. It was concluded that the resins with the lowest conversion degree, associated with a higher ratio between the residual monomers Bis-GMA / UDMA, presented higher levels of tissue inflammation and this reaction was maintained longer.
Keywords: Resinas
Toxicidade
Bulk fill
URI: https://repositorio.unichristus.edu.br/jspui/handle/123456789/721
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Ciências Odontológicas - Dissertações Defendidas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LILIANA GIRÃO BARRETO.pdf1,08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.